Youtubers comentam nas redes sociais sobre polêmica “cura gay”

Nas redes sociais, diversos youtubers e influenciadores digitais se manifestaram contra a decisão do juiz de implementar uma cura gay. Confira!
cura gay youtubers

A segunda-feira (18/09) ficou marcada por uma decisão um tanto quanto polêmica. No Distrito Federal, o juiz Waldemar Cláudio de Carvalho concedeu liminar que abre brecha para que psicólogos ofereçam a terapia de reversão sexual, conhecida como “cura gay”, tratamento proibido pelo Conselho Federal de Psicologia desde 1999.

Nas redes sociais, diversos youtubers e influenciadores digitais se manifestaram contra a decisão do juiz. Confira alguns tweets:

Entre as personalidades que deram suas opiniões, a personagem Duny, da série Girls in The House, criada pelo Raony Phillips, deu um show ao criar uma paródia da música The Cure da Lady Gaga, falando sobre a ‘cura gay’.

Na letra original, Lady Gaga, que é um ícone da comunidade LGBTQ+ (lésbicas, gays, bissexuais, transessuais e queer), fala sobre curar uma pessoa com seu amor.

Apesar da liminar ser aplicada somente para a capital de Brasília, este seria um passo para que outros Estados comecem a se mobilizarem para implementarem a lei.

O Conselho Federal de Psicologia posicionou-se contrário à ação, apresentando evidências jurídicas, científicas e técnicas que refutam o pedido liminar. Os representantes do CFP destacaram que a homossexualidade não é considerada patologia, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Também alertaram que as terapias de reversão sexual não têm resolutividade, como apontam estudos feitos pelas comunidades científicas nacional e internacional, além de provocarem sequelas e agravos ao sofrimento psíquico