O Google liberou hoje, 05/12, o tradicional vídeo de retrospectiva da plataforma: o YouTube Rewind 2019. Em poucos minutos de lançamento, o público manifestou sua insatisfação com o resultado e o número de dislikes ultrapassou o de likes.

Vale lembrar que no ano passado, o Rewind 2018 também teve uma repercussão negativa: ele se tornou o vídeo com mais dislikes da história do YouTube, atualmente com 17 milhões de descurtidas e 2 milhões de curtidas. Segundo os fãs da plataforma, a retrospectiva não representou com fidelidade o que aconteceu naquele ano. (Leia a matéria completa aqui).

Em 2019, o YouTube levou a situação na esportiva e prometeu “fazer algo diferente de verdade”.  A descrição do vídeo deste ano traz a mensagem bem-humorada:

“Em 2018, nós fizemos algo que vocês não gostaram. No Rewind 2019, vamos ver o que vocês realmente gostaram. Celebrando os criadores, músicas e momentos que foram importantes para vocês em 2019”.

Apesar da boa intenção, aparentemente o novo vídeo também não agradou. A versão 2019, chamada de “For the Record”, trouxe listas baseadas nos maiores números de visualizações em algumas categorias. Foram elas:

  • Os 10 vídeos mais curtidos de youtubers“, entre eles os brasileiros “Minha slime deu certo” do canal Nilson Izaias Papinho Oficial e “O dia em que assisti Bird Box”, do Whindersson Nunes;
  • Os 10 vídeos de música mais curtidos“, com nomes como Billie Eilish, Black Pink, BTS, Shawn Mendes e Camila Cabello;
  • Os 10 vídeos de dança mais curtidos“, que trouxe como destaque o grupo Chapkis Dance;
  • “Os 10 vídeos de games mais curtidos”, onde aparece o youtuber brasileiro Bruno PlayHard jogando Free Fire;
  • “Os 5 vídeos de beleza mais curtidos”, que destacou o famoso maquiador americano James Charles;
  • “10 novos youtubers que bombaram”, trazendo em primeiro lugar a equipe de gamers brasileiros Loud, que encabeça o canal de mesmo nome;
  • Os 10 youtubers mais famosos”, com PewDiePie em primeiro e Felipe Neto em segundo lugar;

Por fim, o vídeo mostra alguns números “recordes”, que justificam a escolha do conceito da campanha deste ano – “For The Record”.

Infelizmente, a retrospectiva parece não ter sido bem recebida pelo público. No vídeo, a maioria dos comentários demonstra desidentificação com a proposta e críticas pela “simplicidade” da listagem de canais.

E você, o que achou do YouTube Rewind 2019? Conta pra gente no @CriadoresiD.