PlayStation 5: falta de consoles, escassez de componentes e preços abusivos!

PlayStation 5 tem abastecimento afetado por falta de componentes! Cambistas aproveitam para vender o console a preços abusivos.

Se você é uma das milhares de pessoas que estão tentando comprar um PlayStation 5, deve ter percebido que não está fácil encontrar o novo console da Sony no mercado.

Adquirir o PS5 tem se tornado uma verdadeira gincana! Para a alegria de poucos e frustração de muitos, toda vez que um novo lote é anunciado, os estoques não duram mais do que alguns minutos nas lojas. E as unidades que restam, custam o olho da cara! – como se o preço normal já não fosse.

Tudo bem que o PlayStation 5 bateu o recorde de vendas em relação ao seu irmão mais novo, o PlayStation 4, na época do seu lançamento. Mas, será que vendeu tanto assim, a ponto de o console esgotar no mundo inteiro? Será que a Sony não esperava tanto sucesso e não se preparou o suficiente para atender à demanda?

Na coluna Press Start dessa semana, vamos entender o sucesso de vendas do novo PS5 e o motivo de a Sony não estar dando conta de abastecer o mercado mundial. Confira também como os cambistas aproveitam a situação para cobrar preços exorbitantes. Vem comigo!

PLAYSTATION 5 É O CONSOLE MAIS VENDIDO EM MENOS TEMPO NOS EUA

No ano passado, Jim Ryan, CEO da Sony Interactive Entertainment, já havia comentado em uma entrevista, que nos Estados Unidos, em apenas 12 horas de pré-venda, o PS5 vendeu mais que seu antecessor PS4 nas 12 semanas após sua estréia.

Agora, o PlayStation 5 já soma mais de 7,8 milhões de unidades vendidas desde o lançamento. No Japão, o PS5 já vendeu 22 vezes mais do que seu concorrente Xbox. E nos EUA, o novo modelo da Sony conquistou o título de console mais vendido em menos tempo da história! Desbancando o Nintendo Switch nesse quesito.

Além de toda a expectativa e ansiedade criada em torno do novo console, que prometia novas tecnologias e experiências inovadoras in-game, o sucesso em vendas também se atribui ao impacto da pandemia no mercado de games. Nesses tempos de isolamento social, só no Brasil, esse segmento teve um aumento de 140% no faturamento, segundo dados da Visa Consulting & Analytics

Unindo esse potencial de mercado ao fato de que o console foi lançado em novembro de 2020, quando a maior parte da América e da Europa estavam em confinamento, era de se esperar que o PS5 batesse algum recorde. E o sucesso poderia ser maior, não fosse pelo esgotamento do produto nos estoques e a lenta reposição pela fabricante.

Sim, a Sony subestimou o potencial de vendas do PlayStation 5. Em entrevista ao The Washington Post, Jim Ryan admitiu que a Sony não contava com um volume de vendas tão alto em tão pouco tempo. No entanto, esse não é o único motivo pelo qual o novo console está tão escasso no mercado mundial.

FALTA DE COMPONENTES PREJUDICA A PRODUÇÃO DO PS5

Devido à pandemia, o mercado mundial atravessa também um período de escassez de componentes eletrônicos. Com isso, fabricantes de diferentes setores têm disputado por peças como processadores e semicondutores. 

O problema afeta diretamente a produção do PlayStation 5, que sofre com a falta de semicondutores, neste caso, fornecidos pela fabricante AMD.

Para resolver o problema de escassez dos semicondutores do PlayStation 5, a Sony estuda remodelar o design de hardware do seu novo console. Para isso, a empresa planeja substituir o chip de 7 nm (nanômetros), utilizado atualmente na CPU original do PS5, para um chip de 6 nm.

Se tudo der certo, esse novo modelo deve ser disponibilizado ao mercado consumidor somente no segundo ou terceiro trimestre de 2022. Até lá, a oferta de consoles do PlayStation 5 deve permanecer a conta-gotas e, com isso, os scalpers de plantão devem manter os preços no infinito e além. Tudo em nome da lei da “oferta e demanda”.

O DOBRO OU NADA

Enquanto isso, os estoques de consoles do PlayStation 5 se esgotam rapidamente a cada novo carregamento. Nos sites de grandes varejistas como Americanas, Magazine Luiza, entre outros, todas as unidades são vendidas em questão de minutos após anunciarem um novo estoque disponível.

Toda essa demanda atrai a atenção dos chamados scalpers (ou cambistas), que nada mais são do que oportunistas que costumam aproveitar esse tipo de escassez de oferta com alta demanda para lucrar o máximo possível. 

O trabalho dos scalpers consiste basicamente em comprar o máximo que conseguirem de unidades do produto concorrido, para depois revenderem a preços exorbitantes. Com isso, não é difícil encontrar unidades do PS5 à venda pelo dobro ou mais que o dobro do preço médio, que hoje gira em torno de cinco mil reais.

Em uma busca rápida pelos marketplaces do Mercado Livre e do eBay, por exemplo, encontramos unidades sendo vendidas a R$9.499,00 ou até mesmo por absurdos R$10.414,00!

E os scalpers levam isso tão a sério, que alguns utilizam bots para realizarem compras do maior número possível de consoles em pouco tempo. De acordo com a Walmart americana, durante a primeira meia hora após o lançamento do PlayStation 5 nos EUA, houve mais de 20 milhões de tentativas de compras por esse tipo de bot. A varejista precisou implementar novos módulos de segurança para barrar a prática dentro do seu e-commerce.

Se você ainda está em busca do seu PS5, aconselhamos ficar de olho nas grandes varejistas, que vez ou outra brotam com um novo estoque ou realizam pré-vendas de estoques futuros. 

No início de abril, por exemplo, a Americanas disponibilizou uma remessa do console com o game “Homem-Aranha: Miles Morales” incluso. Porém, com a condição de que os consumidores aguardassem até o final de maio para receberem suas unidades, que é quando a empresa deve ter um novo estoque do produto. E mesmo com um prazo de entrega superior a um mês, a oferta esgotou em cerca de 20 minutos!

É, amigos e amigas gamers… não tá fácil fazer parte desse clubinho.

Para saber mais sobre a polêmica falta de consoles PS5, fique de olho em criadores de conteúdo como Gameplayrj, Raquel Gamer e O Meu Canal de Games, que estão sempre atentos às novidades sobre este assunto e trazendo todos os detalhes pra gente acompanhar. Confira, a seguir, o vídeo mais recente do Gameplayrj sobre o tema:


* Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Criadores iD

Leia também:

● It Takes Two: conheça o novo Co-Op multiplataformas que já vendeu mais de 1 milhão de cópias!

7 filmes que são inspirados em jogos!

● Você sabe o que é gacha?