Facebook avança na integração total dos seus aplicativos

O Facebook deu seu maior passo na integração de suas várias plataformas de mensagens, permitindo que usuários selecionados no Messenger e no Instagram enviem mensagens entre aplicativos. Além do lançamento de mensagens entre plataformas, o Instagram também está passando por uma grande reformulação em seu sistema de DM, que será expandido com recursos retirados do Messenger 👀

As novas ferramentas do Instagram incluem mensagens que desaparecem, adesivos de selfie, emoji personalizado, cores de bate-papo, novas maneiras de bloquear mensagens indesejadas e a introdução de um recurso que permite assistir a vídeos com amigos durante uma chamada ✨

Os usuários poderão rejeitar a atualização se quiserem, mas o Facebook está apostando que o acesso a novos recursos incentivará o uso da ferramenta. Além de mensagens entre plataformas, os usuários do Instagram e do Messenger também podem pesquisar perfis em ambos os aplicativos simultaneamente.

Exatamente quando e onde as mensagens multiplataforma do Instagram e do Messenger estarão disponíveis, não está claro. O recurso está sendo testado em mercados selecionados e se expandirá globalmente nos próximos meses.

A notícia faz parte de um plano ambicioso iniciado pelo CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, em 2019 para fazer a transição de seu império de mídia social para um cenário com foco maior na comunicação privada. Como Zuckerberg explicou em 2019, “mensagens privadas, histórias efêmeras e pequenos grupos são de longe as áreas de comunicação online que mais crescem”. Ao integrar mensagens em seus vários aplicativos, cada um com mais de 1 bilhão de usuários, o Facebook espera capturar o máximo possível desse mercado.

As etapas anteriores incluíram o lançamento de um aplicativo para pequenas empresas que permite gerenciar páginas e perfis no Facebook, Messenger e Instagram, e uma nova ferramenta do Centro de Contas que permite que qualquer pessoa controle suas informações de login em várias propriedades do Facebook.

Combinar esses serviços é um grande desafio de infraestrutura, principalmente para a integração do WhatsApp, que é criptografado de ponta a ponta. Mas um obstáculo maior pode vir dos reguladores, que estão preocupados com o domínio do Facebook nas mensagens móveis.

Google Maps ganha realidade aumentada aprimorada


O Google anunciou algumas atualizações para Live View, as direções de caminhada de realidade aumentada em seu aplicativo Google Maps, que foi lançado oficialmente no ano passado. O Live View usa a câmera e o GPS do seu telefone para dizer exatamente aonde ir, de uma forma bastante prática e tecnológica.
O Google Maps agora também pode identificar pontos de referência ao seu redor para fornecer uma orientação melhor e uma ideia mais clara de onde você está na cidade.

Outra novidade é a capacidade de usar o Live View em combinação com o recurso de compartilhamento de localização do Google Maps. Então, quando um amigo compartilha sua localização com você, agora você também pode ver exatamente onde ele está na Visualização ao vivo e obter instruções para encontrá-lo.

Os novos recursos do Google incluem a capacidade de acionar o Live View quando você estiver em uma viagem que inclui vários meios de transporte. Até agora, a única maneira de ver o Live View era quando você estava pedindo orientações para caminhar.

Esses novos marcos estarão chegando a Amsterdã, Bangkok, Barcelona, ​​Berlim, Budapeste, Dubai, Florença, Istambul, Kuala Lumpur, Kyoto, Londres, Los Angeles, Madrid, Milão, Munique, Nova York, Osaka, Paris, Praga, Roma, São Francisco, Sydney, Tóquio e Viena, com mais opções de lugares sendo lançados em breve.

Netflix e a versão estendida do seu “ta-dum”

Ta-dum é um dos sons mais icônicos da nossa geração, ouvido milhões de vezes, todos os dias em todo o mundo. Ouvir este símbolo sonoro imediatamente evoca imagens da abertura da Netflix.

“Tornou-se o padrão ouro para marcas sônicas”, afirmou o vice-presidente de produto, Todd Yellin.

Mas como a empresa de streaming tem crescido e conquistado outros lugares, como a exibição das suas produções em cinemas, era preciso uma abertura maior que 3 segundos, que impactasse também quem assistisse e ouvisse este símbolo nas telonas.
Para resolver este desafio, a Netflix decidiu chamar Hans Zimmer, artista alemão responsável pelo trabalho sonoro em filmes como Piratas do Caribe e Gladiador.

Zimmer criou uma versão de 16 segundos, inspirada na abertura clássica do “ta-dum”. O compositor, que já havia trabalho com a Netflix na série The Crown, teve a oportunidade de trabalhar em mais um projeto super importante para o branding da marca.

Agora, só nos resta esperar os cinemas reabrirem e a vida voltar ao que era (ou quase) para curtir esta nova abertura também nas telonas!

Recentemente, temos observado alguns recursos sendo implementados no Google Meet, como a possibilidade de transmitir uma reunião para outros membros da mesma corporação, solicitar para falar e enviar perguntas em uma sessão de Q&A, funcionalidades que já existiam na concorrência.

* Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Criadores iD