Inácio Golden: como produzir conteúdos super compartilháveis com seu pet

Com muito carisma, cachorro faz sucesso nas redes sociais em vídeos e fotos inusitados

Imagine estar na beira da praia em plena manhã de segunda-feira. Ou talvez em um resort chiquérrimo no dia seguinte. Difícil? Não para o Inácio. O cão da raça Golden Retriever conquistou os fãs nas redes sociais em lugares e situações em que todos nós gostaríamos de estar. Sem citar o carisma típico do Mr. Peanutbutter, de Bojack Horseman. 

O tutor desse fofo, Tobias Bueno, conversou conosco sobre o dia a dia deles, contou como decidiu fazer o perfil e ainda deu dicas para quem pretende criar uma página de um bichinho de estimação. 

O moço nos disse que a ideia surgiu por acaso. Ele costumava postar imagens do animalzinho no seu perfil pessoal, já com o estilo que conhecemos. Com o sucesso das publicações, os amigos sugeriram que criasse uma página exclusiva para o Inácio brilhar. E deu certo. 

O pessoal dizia que as poses dele eram demais. De parar com chapéu, com óculos. Então, pesquisei bastante, olhei para outros perfis que já existiam, comecei a ter outras ideias e daí em diante foi crescendo muito rápido.

Pouco tempo depois da criação do perfil, em 2019, algumas marcas começaram a procurá-los em busca de parcerias. Com cerca de quatro mil seguidores, a dupla já tinha patrocinadores de produtos para pets, como petiscos, remédios e outros.

Mas o crescimento mais impactante ocorreu durante a pandemia. Com a mudança de consumo provocada pelo TikTok e Kwai, o cãozinho passou a aparecer em vídeos curtos nas novas plataformas. A adequação fez o número de fãs subir muito. Hoje, são 315 mil seguidores no TikTok, mais de 60 mil no Instagram e 90 mil no Kwai.

@inacio.golden

@inacio.golden

A gente se vira como pode ##goldenretriever ##pet ##pets

♬ som original – Inácio Golden

Com cenas ainda mais inusitadas e hilárias, acompanhamos o Golden enviando mensagens no WhatsApp, dirigindo, viajando, se preparando para o jogo do Internacional (sim, ele é colorado) e até interagindo com a noiva. Você não leu errado. A Golden Retrivier Sol, do Rio de Janeiro, bem longe do Rio Grande do Sul, e Inácio vivem um romance virtual há alguns meses. E na última ida à cidade maravilhosa, Inácio aproveitou para pedir a amada em casamento. 

E toda esta fofura nas publicações se transforma em reconhecimento. O tutor do animal menciona a recepção que recebem durante viagens e nos comentários dos posts.

O carinho é tão grande, que já recebemos convites de vários lugares do Brasil para que ficássemos na casa das pessoas. Ele é reconhecido na rua em outros Estados. Essa harmonia é algo que se tornou muito legal.

Mas a saúde do amigo também merece atenção. Para evitar desconforto, Tobias viaja sempre de carro, uma vez que o espaço reservado nas aeronaves para os animais é como carga. Além disso, cria uma agenda que não seja desgastante e, claro, que não o ponha em risco. 

Como fazer conteúdos compartilháveis

Todo este sucesso ampliou as parcerias para além das marcas ligadas à pets. Montadoras de veículos, hotéis e outras empresas se interessaram em ter a imagem associada ao Golden. Foi neste momento que o perfil expandiu o setor comercial e passou a produzir conteúdos publicitários.

Para Tobias, isso se deve em grande parte pela criação de publicações muito compartilháveis. Segundo ele, é importante que os criadores tenham em mente um produto que as pessoas se identifiquem e queiram mostrar aos amigos, além de criar vínculo com os fãs. 

As pessoas têm de querer curtir e compartilhar o conteúdo por livre e espontânea vontade. A pessoa tem de se divertir no perfil, se sentir à vontade para brincar e comentar na postagem. Tem de ser criativo e entender o público.

@inacio.golden

As novinha piram #goldens #pet #viral #goldenretriever #pets @toyota

♬ Elas Gostam de Gasolina – Ao Vivo – Anderson & Vei da Pisadinha

Além disso, Tobias sugere que as pessoas tenham paciência. O começo pode não ser tão grandioso e os resultados podem não aparecer logo de cara. Para isso, indica criar-se uma rotina de postagens e interações com os seguidores.

Vale estabelecer o tipo de conteúdo para postar e o público que você quer atingir. E aos poucos seu perfil vai crescendo.

Sobre as parcerias comerciais, recomenda que os criadores procurem empresas próximas, da mesma cidade ou bairro. 

Isso deu muito certo com a gente. Assim você vai criando uma rede. E isso irá fazer com que seu perfil seja visto pelo público dessas empresas. Pois a página irá postar seu conteúdo nas redes deles,  e os seguidores da empresa vão conhecer seu perfil, e vice-versa. É uma troca.

Ele também faz um alerta: cuidado para não gerar conflito de interesses ao fechar com marcas concorrentes ou de produtos similares. Isso pode afetar a credibilidade da página e gerar problemas.

Outra dica relevante que o tutor dá é buscar a originalidade: como hoje existem muitos perfis de animais, é necessário fazer algo diferente. Alguns apostam em uma voz fofa, outros em imagens carismáticas e extrovertidas (como o Inácio), mas o correto é que cada um precisa de um charme próprio e um tom leve e bem-humorado para viralizar. E, claro, não comprem seguidores, né, gente! O que valem são os seguimores. E desses, o Inácio está cheio!