entrevista luisa-sonza-capa

Entrevista com Luísa Sonza: Youtuber fala da turnê e do single que escreveu para Whindersson

Há dois anos Luísa Sonza começou a postar covers no YouTube. Hoje, com mais de 100 milhões de visualizações na internet, a menina do interior do Rio Grande do Sul lança trabalhos autorais e está em turnê pelo país desde maio deste ano.

Seu primeiro single autoral foi Good Vibes, com direito a um clipe gravado em Fernando de Noronha e que já registra quase 5 milhões de visualizações. A próxima música de Luísa que os fãs irão conhecer é Olhos Castanhos, com lançamento previsto para dia 21 de julho.

A namorada de Whindersson Nunes conquistou seu espaço na música e isso não tem nada a ver com o maior youtuber do país. O talento da jovem conquistou a internet e isso se reflete na agenda lotada da cantora. Conversamos com Luísa Sonza e ela contou um pouco de como está sendo o desafio da carreira musical!

Criadores iD: 2017 está sendo um ano muito importante na sua carreira como cantora, com o lançamento do primeiro single, turnê e um EP vindo até o fim do ano. Imaginava que aconteceria tudo isso quando começou a postar vídeos no YouTube?
Luísa Sonza: Eu entrei no Youtube porque sempre quis alguma coisa a mais. Nunca imaginei que isso poderia acontecer tão rápido, não esperava isso tudo, logo quando comecei.

Criadores iD: Você nasceu na cidade de Tuparendi (RS), que possui cerca de 10 mil habitantes. O pessoal de lá tem noção de que existem 2 milhões de pessoas acompanhando seu trabalho na internet?
Luísa Sonza: Acho que eles não se importam muito, mas gostaria que se importassem.  

Criadores iD: Você chegou a entrar na faculdade de Direito e optou por largar a vida acadêmica para se dedicar à carreira de cantora. Como a família encarou isso?
Luísa Sonza: A notícia mais feliz foi quando eu disse que iria largar tudo para viver a música. Acho que foi a notícia mais feliz da família. 

Entrevista Luísa Sonza. Foto: Divulgação/Instagram

Luísa Sonza: Reprodução Instagram

Criadores iD: No seu canal já rolaram parcerias com nomes como Luan Santana e a dupla Simone e Simaria. Com quem você ainda tem vontade de gravar?
Luísa Sonza: Ah, com muita gente bacana! Vem novidades por aí, aguardem.

Criadores iD: Antes da internet, artistas dependiam muito das gravadoras para conseguirem alavancar a carreira. Hoje muitos nomes surgem no YouTube. Como você vê que a plataforma contribui para o atual cenário musical?
Luísa Sonza: Acho que agora as gravadoras precisam mais do que nunca da internet. Está mudando totalmente o cenário e isso abre portas para outras pessoas que estão começando.  

Criadores iD: Este mês você lançará a segunda música autoral. Como tem sido essa transição dos covers e paródias para a criação própria?
Luísa Sonza: Tem sido muito legal! É a oportunidade de começar expor realmente o nosso trabalho.  

Criadores iD: O próximo single se chamará “Olhos Castanhos”. Seria uma música para o Whindersson?
Luísa Sonza: Sim, essa letra eu fiz para ele. (Suspiros) rsrs

Criadores iD: No início do ano você ficou noiva e esse foi o assunto da internet. Como é manter um relacionamento quando tanto você quanto o Whindersson possuem agendas cheias e são figuras públicas do YouTube?
Luísa Sonza: Sobre a agenda cheia nunca tivemos problemas. E sobre sermos duas figuras públicas, às vezes quero falar sobre algum assunto e as pessoas só querem saber sobre o relacionamento.

Entrevista Luísa Sonza: Foto: Divulgação/Instagram

Luísa Sonza: Reprodução Instagram

Criadores iD: Seu canal no YouTube tem mais de 100 milhões de visualizações. Como é a sensação da galera assistindo ao vivo suas músicas na turnê de shows?
Luísa Sonza: É uma sensação completamente diferente, eu sinto a energia das pessoas cantando comigo, falando comigo. Isso é a coisa que eu mais amo fazer acima de tudo.  

Criadores iD: Além da carreira musical, pensa em se aventurar em outras áreas atuando ou lançando algum livro?
Luísa Sonza: A carreira musical está sempre em primeiro lugar. Eu não dispenso outras coisas, mesmo porque é bom a gente se atualizar. E sobre o livro, estou aberta a possibilidades.  

x