entrevista-jacare-banguela-anonimo-rodrigo-fernandes-2

Entrevista: Jacaré Banguela fala sobre criação da série Anônimo e como continuar fazendo sucesso na internet

Por que os youtubers de hoje fazem tanto sucesso? Qual o segredo para ser relevante na internet atualmente? Esses são os questionamentos que Rodrigo Fernandes, o Jacaré Banguela, faz em sua websérie Anônimo. A produção de oito episódios está no canal do YouTube do criador e levanta questões importantes sobre o mundo da internet.

No desenrolar da história, Jacaré Banguela interpreta a si mesmo e precisa achar um meio de voltar a ser relevante na internet para continuar na profissão de criador de conteúdo. Em cada um dos vídeos, ele tenta uma nova estratégia para competir com os nomes que estão sob holofote.

A série foi idealizada por Rodrigo, que escreveu o roteiro com Daniel Ferreira, Rominho Braga e Osmar Campbell. O elenco conta com Bella Marcatti, como Juliana, o próprio Rodrigo, além de participações como Rafinha Bastos, Pathy dos Reis, Murilo Couto e Samara Felippo.

entrevista-jacare-banguela-anonimo-rodrigo-fernandes

 

Criadores iD: No primeiro episódio, a ideia de uma série surgiu depois de uma noite na balada que deu errado. Mas qual a história da criação de Anônimo?
Jacaré Banguela: Eu queria fazer uma série há muitos anos já. Gravei alguns pilotos e nada me agradava. Um dia, relendo meu texto de standup, vi esta piada que eu sempre fiz:  “Uma webcelebridade é como o personagem principal de uma novela, só que da Record, porque você sai na rua e ninguém nunca te reconhece porque nunca te viu na vida!”. Aí eu vi que tinha a série o tempo todo na minha cara, eu só não estava vendo.

Criadores iD: A série questiona o sucesso de grandes youtubers. O que seus amigos que também são criadores de conteúdo comentaram sobre os episódios?
Jacaré Banguela: Adoraram. Todos adoraram. É algo muito real pra todo mundo e eu me coloco como teto de vidro pra tudo. Todas as coisas que incomodam os youtubers ou que eles sabem que fazem, eu coloquei na série.

entrevista-jacare-banguela-anonimo-rodrigo-fernandes-6

Criadores iD: A temática teve alguma inspiração no sucesso do cinema Birdman? Pois no filme, o personagem principal era um ator veterano que também questionava as mudanças no mundo das artes cênicas.
Jacaré Banguela: Talvez sim. Não consciente, mas talvez sim. É um certo incômodo não com o mundo da fama, mas sobre o que é preciso ser feito para estar lá.

Criadores iD: O Jacaré Banguela começou o blog quando “ainda era tudo mato” na internet. Qual a diferença de trabalhar no início da popularização dos blogs e YouTube e nos dias de hoje?
Jacaré Banguela: O trabalho agora é maior pois existem muitas redes para serem alimentadas. No começo, o Orkut servia como base para conteúdo legal no blog. Hoje você precisa gerar um conteúdo diferente para o blog, outro para o Facebook, outro para o YouTube, outro para o Instagram, outro para o Snapchat e outro para o Twitter. É muita rede social para pouco tempo.

Criadores iD: Um dos comportamentos abordados na websérie são da galera que busca aumentar sua rede de seguidores hateando as celebridades. Como você lida com os haters e vê este tipo de atitude?
Jacaré Banguela: Eu sou xingado todos os dias nos últimos 10 anos mais ou menos. Já não me incomodo mais. Há uma frase que diz: “Ame mais os haters que os fãs, pois eles te acessam todos os dias para falar mal de você.” Gosto dessa frase.

entrevista-jacare-banguela-anonimo-rodrigo-fernandes-6

Criadores iD: Algumas piadas dos episódios são sobre gordos, gays e de cunho sexual. Você acha que está mais difícil fazer humor em tempos em que o politicamente incorreto é tão criticado?
Jacaré Banguela: Não. As pessoas continuam rindo do que é engraçado. Algumas pessoas se limitam na hora de rir do que eles acham que é errado rir. O azar é todo deles, quem gosta de se divertir está se divertindo.

Criadores iD: Depois de muito batalhar, na série, o Rodrigo Fernandes consegue voltar a aparecer na mídia depois de vazarem um vídeo dele. E o real Rodrigo Fernandes, qual estratégia usa para manter os views e a carreira na internet?
Jacaré Banguela:Trabalho diário. Eu não conheço outra fórmula. Tudo o que eu leio sobre o sucesso dos grandes caras foi porque eles trabalharam muito. Faço o que gosto e como quero, tenho sorte de bastante gente gostar.

Criadores iD: A história da websérie gira em torno de conquistar o público nos dias de hoje. Depois de mais de 10 anos trabalhando com internet, o que você diria que é essencial para conquistar fãs em 2016?
Jacaré Banguela: Seja você. O mais você que você conseguir ser. Leia muito, assista muito, escute muito e faça de você a pessoa mais interessante que você adoraria conhecer. Todo mundo gosta de gente interessante. Então seja você e seja interessante.

Confira a websérie:

x