Em alta do Youtube

Como funciona o Em Alta do YouTube?

Um dos fatores de sucesso de um conteúdo do YouTube é marcar presença na aba Em Alta, uma página a dedicada a mostrar os vídeos que são tendência naquele momento dentro da plataforma.

O próprio YouTube define o Em Alta como “uma página que ajuda os usuários a entenderem o que está acontecendo no YouTube e no mundo. O Em Alta busca compartilhar vídeos com muitas visualizações e que podem ser interessantes para o público. Alguns destes conteúdos são previsíveis, como uma nova música de um artista muito popular ou um novo trailer de filme. Outros conteúdos podem ser surpreendentes, como um vídeo viral”.

 

Em Alta YouTube

 

Mas o quê, de fato, faz um vídeo ocupar este grupo e como funciona o Em Alta do YouTube?
O cientista de dados Ammar Alyousfi analisou todos os vídeos que se destacaram em 2019 nos EUA, procurando um padrão entre os conteúdos, e publicou recentemente os resultados do seu estudo.

Para compilar seu relatório, Alyousfi executou um script automatizado que coletava dados da guia Em Alta do YouTube todos os dias durante o ano. De acordo com o YouTube, “as tendências não são personalizadas e exibem a mesma lista de vídeos populares em cada país para todos os usuários”. Portanto, ele não precisou considerar a possibilidade de vídeos diferentes aparecerem para usuários em diferentes regiões.

Alyousfi descobriu que, ao longo de 2019, a guia Em Alta do YouTube exibiu 11.177 vídeos exclusivos. Na realidade, o número total foi de 72.994 conteúdos, cerca de 200 vídeos por dia, mas muitos destes vídeos permaneceram em alta por vários dias.

Para os fins de seu relatório, Alyousfi optou por examinar os dados “de todos os 72.994 vídeos, não apenas de vídeos exclusivos”, disse ele. “O raciocínio por trás disso é que estamos interessados ​​em vídeos considerados tendência pelo YouTube. Portanto, se um vídeo é considerado tendência por três dias, acreditamos que ele tem mais poder e mais características de tendência do que um vídeo que aparece por apenas um dia”.

Então, quais vídeos tinham mais “poder de tendência”? Em 2019, seis vídeos apareceram na aba Em Alta por surpreendentes 30 dias:

 

Em alta YT

 

Nenhum dos vídeos que permaceram por mais dias no Em Alta vieram de canais do YouTube que mais frequentemente produziram conteúdos de tendência. Os dados de Alyousfi mostraram que, globalmente, o principal canal de tendências de 2019 foi o Linus Tech Tips, do YouTuber canadense Linus Sebastian (11 milhões de assinantes), que teve 365 uploads exibidos na aba.

Outros canais que mais apareceram no Em Alta incluem: a revista culinária Bon Appétit, com 355 vídeos; o canal de hackers The King of Random, com 350; o criador de tecnologia e estrela do YouTube, Marques Brownlee, com 350; WWE, com cerca de 345; e Tati Westbrook, com 330.

 

Grafico canais em alta

 

Padrões de tendência

Há muito tempo os criadores de conteúdo pensam se o upload em dias específicos ou em horários específicos, o uso de todas as letras maiúsculas em seus títulos ou a descrição prolongada e cheia de links afeta o alcance de seu conteúdo. Alyousfi quebrou essas e mais algumas hipóteses para descobrir se alguma dessas práticas se repete entre os vídeos que apareceram na guia.

Ele descobriu que os envios do Em Alta eram distribuídos de maneira bastante uniforme nos dias da semana. Terça-feira, com 11.986 vídeos em alta, foi o dia de maior postagem, enquanto o sábado, com 7.345, ficou visivelmente atrás de todos os outros dias. Quanto à hora do dia, ele descobriu que os vídeos enviados entre o meio-dia e as 14h eram os mais propensos a aparecerem na aba, enquanto os vídeos enviados entre as 6h e as 11h eram os menores.

Com isso em mente é importante destacar que a maioria dos vídeos não surgiu no Em Alta no dia real em que foram publicados. “Em média, um vídeo aparece na lista de tendências após 5,6 dias de publicação”, escreveu Alyousfi. “Além disso, 95% dos vídeos levaram menos de 13 dias para aparecer.”
Seus dados mostraram várias tendências adicionais entre os títulos de vídeo, incluindo: 50% dos vídeos de tendências não tinham letras maiúsculas em seus títulos; os títulos tinham geralmente entre 36 e 64 caracteres; e as palavras mais comuns usadas nos títulos populares foram “oficial”, “vídeo”, “2019”, “vs”, “trailer”, “música”, “jogo”, “novo”, “destaques”, “primeiro”, e “desafio”. Além disso, o emoji de fogo foi o mais usado em vídeos populares. 🔥

Uma das últimas descobertas que Alyousfi discute são as tags de vídeo. Ele diz que “quase todos” os vídeos que apareceram no Em Alta usavam tags, e o número médio de tags usado por vídeo é 21. Por outro lado, o YouTube compartilha com os criadores que: “Tags podem ser úteis se o conteúdo do seu vídeo for digitado incorretamente. Caso contrário, as tags desempenham um papel mínimo para ajudar os espectadores a encontrarem seu vídeo. ”

“Mas se isso fosse verdade, por que o YouTube adicionaria muitas tags aos vídeos?” ele pergunta, apontando que o vídeo Rewind de 2019 do YouTube tinha 39 tags. Ele não chegou a nenhuma conclusão concreta se as tags afetam o desempenho dos vídeos, mas disse que apenas 3,5% dos vídeos que entraram no Em Alta não tinham tags.

O relatório completo da pesquisa de Alyousfi está disponível neste link.

E você, qual canal mais costuma ver no Em Alta do YouTube no Brasil?

 

Lucas AmarildoLucas Amarildo

Jornalista de formação, apaixonado por produção de vídeos. Atuou em redações, produziu documentários e atualmente coordena a área técnica da Dia Estúdio com o objetivo de pensar estrategicamente as tecnologias e inovações adotadas nos projetos da empresa. Está sempre em busca das novidades do universo audiovisual, atualizações das plataformas e é justamente sobre isso que vai falar neste espaço!

x