Para a preocupação dos criadores de conteúdo, o YouTube divulgou algumas mudanças nos critérios que usa para recomendar vídeos. Ao que parece, agora o conteúdo que se aproximar de violar as diretrizes da plataforma não serão mais recomendados.

Em um anúncio no blog da marca, o YouTube informou a novidade e chamou os vídeos que chegam perto de desrespeitar as regras de limítrofes.  Os critérios usados para determinar os conteúdos limítrofes não ficaram claros, assim como já era obscuro o algoritmo que determina as recomendações.

De acordo com o anúncio, o YouTube vai usar um sistema de aprendizado de máquina para localizar vídeos que contenham temas como: teorias conspiratórias, discursos extremistas e notícias falsas. 

A ideia é desestimular a produção de conteúdo divergente das diretrizes da empresa e também melhorar a experiência do usuário na plataforma.

O YouTube explicou que a alteração acontecerá gradualmente e deve afetar primeiro as recomendações de vídeos dos Estados Unidos.

 

Leia também: Snapchat deve ficar mais parecido com o Instagram

 

 

x