O YouTube é o segundo maior buscador do mundo, atrás apenas do Google. Por isso, é importante pensar em como as pessoas podem encontrar o seu vídeo quando forem fazer uma pesquisa. Com algumas técnicas de SEO para YouTube, você consegue um bom posicionamento nos resultados de busca.

SEO para YouTube

O primeiro passo é definir a palavra ou frase chave do seu vídeo, é ela que vai guiar toda a sua estratégia. Ela deve estar presente no título, descrição, tags e até no nome do arquivo do vídeo, pois o YouTube também pode rastreá-lo.

Para o título, apesar 100 caracteres ser o limite, o ideal é que você fique entre 50 e 60. Assim, o seu título não será cortado nas páginas do YouTube. É importante também que a sua palavra-chave esteja no início do título e que ele prove o valor do conteúdo. Outra dica é chamar atenção através de emojis ou palavras em letra maiúscula, isso ajuda a diferenciar o seu conteúdo dos outros.

A descrição também é uma maneira de instigar o público a assistir ao seu vídeo. Para isso, você deve pensar em uma maneira de transcrever o vídeo sem revelar todo o conteúdo. É importante que você priorize o conteúdo do vídeo nas primeiras linhas, já que é o que o público verá primeiro. Ela funciona como um resumo e deve usar palavras que você usaria para encontrar o seu vídeo na web.

Você também pode usar a descrição para explicar sobre o seu canal. Inclua o nome do canal e um resumo sobre os seus conteúdos no geral. Também não deixe de colocar os links falados no vídeo e as suas redes sociais. O YouTube permite até 5000 caracteres na descrição, mas não existe uma quantidade mínima ou máxima recomendada.

Leia também: 8 dicas para crescer no YouTube

Apesar dos usuários não visualizarem, as tags são super importantes para a busca. O YouTube permite até 500 caracteres de tags em um vídeo e recomendamos que você use o máximo possível. Elas devem refletir o interesse dos usuários no vídeo e como eles costumam buscar pelo assunto. Use o AnswerThePublic, plataforma que mostra o que os usuários pesquisam nos buscadores, para ajudar com as tags. Outra ferramenta que também pode te ajudar é o vidIQ que, ao fazer login e conectar com sua conta, sugere tags para os seus vídeos.

Você costuma adicionar legendas manuais no seu conteúdo? Além de deixar o vídeo mais inclusivo, elas ajudam o YouTube a entender melhor o que você fala, o que pode ajudar no ranqueamento.

Os cards e telas finais com sugestão de vídeo também devem ser adicionados. Eles fazem com que o público passe mais tempo no seu canal e aumente a retenção, que é super importante para o algoritmo do YouTube. Saiba mais sobre as métricas da plataforma no nosso post sobre YouTube Analytics.

Adicionar um comentário fixado também é importante e é uma boa forma de interação e engajamento com o público.

Você costuma usar outras técnicas de SEO? Conta pra gente no Twitter @CriadoresiD.