Desde 2015 o youtuber sueco PewDiePie liderava o ranking da Forbers que listava os maiores influenciadores digitais. Porém, este ano a Forbes resolveu segmentar melhor as listas diferenciando os criadores de conteúdo em categorias. Com a novidade, PewDiePie não está mais em primeiro lugar na categoria “Gaming”, perdendo o posto para Markpilier.

Desde que alcançou a marca de 50 milhões de inscritos, o nome de Felix vêm sendo relacionado à polêmicas. Uma das últimas chegou a resultar na quebra de contrato com a Maker Studio, da Disney. Na época, PewDiePie havia feito um vídeo que foi acusado de conter mensagens antissemitas. Além deste vídeo, o jornal The Guardian fez uma matéria mostrando alguns vídeos contendo conteúdo problemáticos do youtuber e desde então houveram mudanças significativas na plataforma.

:: PewDiePie tem contrato com a Disney cancelado após vídeo com piada nazista ::

A queda de PewDiePie também faz sentido se for levar em consideração o segmento em que foi inserido. Apesar de ainda fazer gameplays, os jogos não são mais o foco do youtuber, ao contrário de Markplier, que posta diariamente dois vídeos de gameplay.

Mark é americano, nascido em Honolulu, no Hawaii, e atualmente mora em Los Angeles. Apesar de ter uma quantia de inscritos bastante inferior à de PewDiePie (17,5 milhões de inscritos), o youtuber é apontado como o melhor em sua categoria.

A Forbes está postando aos poucos as listas dos mais influentes da internet. Até agora foram divulgadas as listas das categorias:

Entretenimento, com Lily Singh em primeiro lugar;
Beleza, com Zue Sugg em primeiro lugar;
Gaming, com Markplier em primeiro lugar;
Fitness, com Kayla Itsines em primeiro lugar
Casa, com Grace Bonney em primeiro lugar e
Viagens,com Brian Kelly em primeiro lugar.

As categorias que ainda não tiveram a lista revelada são: Comédia, Moda, Paternidade/Maternidade, Comida, Tecnologia e Esporte. Todas as listas devem ser divulgadas até dezembro de 2017.