Dois meses depois do lançamento do IGVT, uma pesquisa feita pela plataforma mLabs mostrou que nem tudo está saindo como o esperado no novo recurso do Instagram.Uma enquete feita com 1.247 usuários do Instagram apontou baixa adesão dos usuários tanto na adesão quanto na produção de conteúdo.

Leia também: Recursos mais amados e odiados do Instagram em 2018, segundo a galera do Twitter 

Na pesquisa, três perguntas foram feitas.  Quando questionadas se já produziram ou produzem conteúdo para o IGVT, 83% das pessoas responderam “não”.  Quando questionadas se já consumiram conteúdo nesse formato, 83% disseram que não. Por fim, quando a pergunta sugeriu alguma mudança na forma de usar o Instagram depois da inserção do IGVT, 67% dos usuários disseram que não sentiram nenhuma diferença.

O fundador da mLabs, Rafael Kiso, diz que apesar dos resultados, o IGVT  pode funcionar como um bom canal de comunicação de marcas e seus públicos. Segundo ele, a produção de vídeos verticais de longa duração é um desafio estratégico, mas o IGVT ainda está amadurecendo e deve ser reavaliado dentro de alguns meses. Por enquanto ainda é cedo para dizer ele pegou ou não.

 

 

 

A estratégia do Facebook com o IGTV 

O diretor  Smarty Talks (empresa especializada em micro movies), Diego Monteiro, disse que o Facebook criou o formato vertical do IGVT como uma decisão de negócios, não como experiência de usuário. O Facebook sabe que este não é o melhor formato para engajar por muito tempo, mas escolheu arriscar e tentar conquistar seu espaço no mundo dos vídeos, já que o Youtube movimenta bilhões de dólares em publicidade.

Apesar do sucesso dos vídeos rápidos do Stories, a experiência do Facebook com vídeos não tem rendido frutos,  como mostra sua fracassada tentativa de implementar o Watch.

Mesmo assim, Diego diz que as coisas ainda podem mudar se o IGVT  pode evoluir rapidamente nos próximos meses.

 

A proposta do IGTV com seu lançamento

O IGVT foi lançado mundialmente pelo Instagram em junho deste ano, com a proposta de vídeos verticais de até uma hora de duração. O novo recurso foi cogitado até mesmo como um possível concorrente para o Youtube, principalmente por deixar de ser uma plataforma de divulgação de conteúdo e se tornar também um hospedeiro destes materiais.

Para o lançamento do IGVT, o Instagram convidou influenciadores digitais como Nah CardosoMaisaThaynara OG e Luísa Sonza, que inauguraram o recurso com vídeos ainda em formato mais curto. De acordo com o CEO do Instagram, Kevin Systrom, os criadores de conteúdo foram a grande aposta da rede social para o sucesso do IGVT.