As marcas estão cada vez mais apostando em influenciadores para campanhas. Porém, esse mercado ainda enfrenta alguns desafios, como o de tornar a relação entre criadores e agências o mais profissional possível. É aí que entra um elemento conhecido no meio publicitário e que merece a atenção dos criadores de conteúdo: o mídia kit.

:: Leia mais: Facebook lança ferramenta para criadores de conteúdo em vídeo ::

 

O que é Mídia kit?

Se você tem, ou pretende ter, alguma relação com o mercado publicitário, é importante ficar ligado nesse termo. O mídia kit nada mais é do que uma apresentação do seu trabalho. Nele devem estar informações importantes e que são de interesse daqueles que desejam investir no seu perfil.

Por exemplo: O mídia kit de um youtuber deve conter informações sobre o criador de conteúdo, número de inscritos do canal, quantidade de visualizações, entre outras métricas.

O mídia kit não possui um formato específico, mas alguns pontos devem ser seguidos para que não haja falta de informação.  

 

 

Original, criativo e autêntico

Segundo Adrianne Elias, CEO e fundadora da CoCreators, uma agência de marketing de influência, essas três características são fundamentais para um mídia kit relevante. Ela listou ao site Meio & Mensagem algumas dicas para influenciadores criarem um bom mídia kit. Confira:

 

1 . Seja você mesmo

Não invente informações sobre o seu trabalho, pois em algum momento o mercado irá exigir o resultado prometido. A dica é apostar no diferencial e ser criativo na hora da venda do seu canal.

 

2. Sorria, você está sendo filmado

É isso mesmo! Em tempos de redes sociais, é mais fácil do que nunca ser monitorado. E é claro que a sua presença digital será observada por quem deseja investir no seu trabalho. Por isso, apresente no seu mídia kit um material coerente com o que você transmite.

 

3. Crie!

Se você trabalha com internet, o seu mídia kit pode ser uma vitrine de ideias, conteúdos e iniciativas diferentes para o mercado. Você pode e deve apresentar formatos diferentes e criativos, afinal seu negócio é totalmente digital.

 

4. Valorize os seus diferenciais

Se você tem algum ponto que te faz diferente de outros influenciadores, valorize-o. Você pode ser a referência para um público menor, mas que é mais engajado, por exemplo.

 

5. Números

O mercado quer saber as suas métricas de público, engajamento e alcance. Então sempre coloque no seu mídia kit informações sobre o seu público, como o perfil, faixa-etária, o que eles mais curtem, etc. Isso transmite segurança sobre o seu trabalho, além de indicar em qual campanha você mais se enquadra.

 

bora ver memes serem criados ao vivo ⚽ #tudopronto | Publi

Uma publicação compartilhada por Lucas Feuerschütte (@lubatv) em

6. Outros trabalhos

Destaque os trabalhos que você já realizou com outras marcas. Selecione os cases mais importantes e mostre como você sabe trabalhar em parcerias, seja você um influenciador ou dono de agência.

 

7. Indique suas restrições

Para facilitar o processo, indique se você possui alguma restrição. Isso vai filtrar as propostas de acordo com o seu perfil. Por exemplo, se você é intolerante à lactose, não aparecerão pospostas com produtos desse segmento.

 

Pronto! Agora você já sabe algumas dicas para criar um ótimo mídia kit. Vale lembrar que além do conteúdo, o visual e design do seu mídia kit também fazem a diferença na hora de apresentar o seu trabalho.

Vários sites podem te ajudar com isso! Um deles é o Canva, que possui templates gratuitos. Pra quem quiser investir, a blogueira Loma Sernaiotto elaborou um curso de midía kit, que pode ser adquirido aqui.

E é claro que no YouTube há vídeos que ensinam o passo a passo e várias dicas para um mídia kit de sucesso, como o da Renata Massa.