A Netflix apresentou ontem (16/04) o balanço da empresa no primeiro trimestre de 2018, com informações sobre público, mercado e conteúdo. O relatório também abordou as produções originais, citando O Mecanismo e La Casa de Papel, duas séries de sucesso no Brasil.

:: Leia mais: Youtubers na TV: nova série de Fanta estreia hoje no Canal Sony ::

O relatório revelou que, em receitas, o crescimento da Netflix foi de 43% no primeiro trimestre de 2018. Já em público, o serviço de streaming bateu a marca de 7,41 milhões de novos assinantes. No total, são 125 milhões de usuários no mundo.

Além de números de mercado, foram apresentados dados sobre o conteúdo. Foi anunciado que no último trimestre, La Casa de Papel se tornou a série de língua não-inglesa mais vista da história da Netflix. O fato é um reflexo da expansão que o conteúdo de outros idiomas, além do inglês, está tendo no serviço de streaming.

A série brasileira O Mecanismo, que gerou um boicote à Netflix no Brasil no último mês, foi destaque como uma das séries originais mais vistas no país. No relatório, a empresa cita que deve continuar a fazer investimentos em produções estrangeiras.

O investimento da Netflix para produções originais, inclusive de língua não-inglesa, em 2018 deve ficar entre 7,5 e 8 bilhões de dólares. Além de séries, a aposta do serviço de streaming será para formatos diversos, incluindo filmes, documentários e especiais.

A ideia é fazer com que os diversos públicos do serviço sejam contemplados com conteúdos. No Brasil, já foi anunciada a segunda temporada da série 3% para abril de 2018 e a nova produção da Netflix em parceria com o Kondzilla, Sintonia, para 2019.

Meu @3porcento tá vivo! O Maralto te espera no dia 27 de abril.

Uma publicação compartilhada por Netflix Brasil (@netflixbrasil) em

O relatório também fala sobre as ações de marketing envolvendo as produções originais da Netflix. A empresa acredita que com esses investimentos, os títulos originais têm maior engajamento entre o público e citaram o fato de operar em muitos países como algo positivo para apostarem em diferentes estratégias e continuar aprendendo.

Um bom exemplo das ações de marketing da Netflix direcionadas ao público local é a recente campanha #ResolviEsperar, com a cantora Sandy, para promover a segunda parte da série La Casa de Papel no Brasil.

 

Conteúdos de TV ainda são mais assistidos na plataforma de streaming

Mesmo com crescimento em produções originais, o conteúdo mais consumido na Netflix ainda é licenciado. Isso é de acordo com uma análise de dados da 7Park Data, empresa que rastreia dados de serviços de streaming para clientes da indústria de entretenimento.

Conforme os dados, 80% do conteúdo da Netflix nos Estados Unidos é de conteúdo licenciado e apenas 20% de produções originais, como House of Cards e Stranger Things.

É hora de voltar para o Mundo Invertido. A segunda temporada de #StrangerThings já está disponível.

Uma publicação compartilhada por Netflix Brasil (@netflixbrasil) em

A empresa concluiu que 42% dos assinantes da Netflix nos Estados Unidos assiste principalmente conteúdo licenciado e apenas 18% do total de assinantes do serviço de streaming no país é “original dominante”.

Os dados são do período que vai de setembro/2016 e setembro/2017. Entre as séries licenciadas mais vistas entre esse intervalo estão Breaking Bad, Grey’s Anatomy e Friends. Já entre as produções originais de maior destaque estão Stranger Things, Orange is The New Black, 13 Reasons Why e Black Mirror.

Se a Meredith conseguiu passar por tudo isso, a gente consegue passar por esta semana. #GreysAnatomy

Uma publicação compartilhada por Netflix Brasil (@netflixbrasil) em

Uma das séries licenciadas que também está entre as mais vistas na Netflix no período analisado é How I Met Your Mother, que saiu da Netflix e foi adicionada ao serviço de streaming Hulu.

No Hulu, que tem em seu catálogo menos produções originais que a Netflix, a diferença entre conteúdo licenciado e original é ainda maior. No mesmo período de tempo, 97% do conteúdo do Hulu era de produções licenciadas.

O conteúdo licenciado continua sendo parte essencial da programação da Netflix, Hulu, Amazon Prime Video e outros serviços de streaming. A popularidade dessa programação se dá porque os usuários já conhecem ou tem um breve conhecimento do conteúdo. Ainda assim, como já vimos, se depender da Netflix as produções originais continuarão crescendo e recebendo investimentos.