Que o YouTube se tornou o segundo maior buscador da internet muita gente já sabe. A plataforma está presente em 91 países e já tem quase dois bilhões de usuários mensais. Mesmo com esses números, ainda tem quem não acredite no potencial do YouTube e, por isso, deixa de investir na plataforma. Por isso, separamos os seis dados que mais chamaram a nossa atenção para compartilhar por aqui:

1 – Uso do YouTube pelos consumidores

Segundo a pesquisa Video Viewers de 2018, cinco em cada dez consumidores utilizam o YouTube todos os dias! Ou seja, utilizar a plataforma é uma maneira de se conectar com possíveis consumidores. Como você vai ver nos próximos tópicos, os vídeos ainda auxiliam na decisão de compra.

2 – Decisão de compra

A ComScore, agência que analisa o comportamento online, divulgou que 90% dos compradores online afirmam que os vídeos auxiliam na decisão de compra. Se a jornada de compra do seu produto é longa, investir em vídeos é uma boa opção.

3 – Retenção da mensagem

Apesar de estarmos escrevendo um texto, a Filmora revelou em um estudo que apenas 10% da mensagem é retida por quem lê um texto. Já para os que assistem a um vídeo, esse número chega a 95%. É claro que isso não quer dizer que você deve abandonar seu blog e focar somente na produção de vídeos.

4 – Mídias Sociais

Muito além do YouTube, os vídeos fazem sucesso em todas as redes sociais. E, segundo estudos feitos pela Filmora, 90% do conteúdo compartilhado nas mídias sociais são vídeos. Então, se você não pretende investir no YouTube agora, considere produzir vídeos para outras plataformas.

Leia também: SEO para YouTube: dicas para otimizar seus vídeos 

5 – Tráfego da internet

Se a produção de conteúdo para a internet faz parte da sua estratégia de marketing, é importante se atentar a esse dado. Em um estudo, a Tubular Insights revelou que até 2021 80% do tráfego da internet vai ser representado por vídeos. Mais um motivo para não ignorar esse formato.

6 – Público

Se você ainda não se convenceu a investir no YouTube, a plataforma revelou que, no Brasil, 96% dos internautas de 18 a 34 anos acessam o YouTube. Se essa faixa etária faz parte do seu público alvo, não dá para ficar fora da plataforma!

Você já produz conteúdo para o YouTube? Compartilha o seu canal com a gente pelo twitter @CriadoresiD.