Os influenciadores digitais têm o poder de formar opiniões, moldar comportamentos e criar hábitos de consumo nos seguidores. Por isso, as marcas apostam cada vez mais nos criadores de conteúdo para campanhas publicitárias. Mas é preciso ficar ligado, pois há uma regulamentação que deve ser seguida, mesmo em redes sociais e em posts patrocinados.

:: Leia mais: Mídia kit – Como influenciadores digitais podem apresentar seus números para marcas ::

 

Nesta terça-feira (20/06), aconteceu o evento Digital Creators, que abordou assuntos ligados às áreas jurídica e de mídias sociais, principalmente voltados a trabalhos com influenciadores digitais. 

E sabe os publiposts, ou posts patrocinados, que seguidamente aparecem nos perfis dos influenciadores? Muito se falou sobre eles – e quais as regulamentações para esse tipo de propaganda.

 

Reunimos 5 coisas que um influenciador precisa saber para não ir contra as regras do CONAR (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) na hora de fazer posts patrocinados. Confira:

 

1. Publiposts devem ser sinalizados

Os posts patrocinados devem estar sinalizados como publicidade logo de cara! As hashtags #publipost, #publi, #postpatrocinado ou similares são entendidas como insuficientes para atender ao Código de Defesa do Consumidor.

O CONAR já fez intervenções em posts que não seguiam a regulamentação. No ano passado, a atriz Bruna Marquezine foi notificada por dois publiposts que não tinham identificação.

 

2 . Deixe claro quando os produtos são recebidos

As marcas costumam enviar produtos aos influenciadores numa forma de divulgar em primeira mão os lançamentos. São os chamados press kits, ou recebidos, como ficaram conhecidos, que também devem ser identificados como tal quando anunciados em posts ou vídeos.

E se a marca pediu para não informar que é uma #publi ou se você achou melhor assim, é bom ficar atento.

 

3. Nada de sorte! Premiações, apenas em concursos

Premiações envolvendo sorte e com o objetivo de divulgar uma marca ou produto, deverão ser registradas pela Caixa Econômica Federal.

Se você deseja presentear seus seguidores sem precisar de autorizações, as promoções devem ser aplicadas por meio de concursos culturais, artísticos, desportivos ou recreativos.

 

4 . Alguns produtos têm regulações específicas

É importante ficar atento às restrições de propaganda de alguns produtos. Anúncios de cigarro, nem pensar! A propaganda do produto é proibida no Brasil desde dezembro de 2014.

Já nos anúncios de cerveja só podem estar pessoas que tenham, ou aparentam ter, idade acima dos 25 anos. Em 2016, o CONAR solicitou a remoção de uma foto de Bruna Marquezine em que ela aparecia com um copo de cerveja na mão. Na época, ela tinha 21 anos.

A cantora Anitta estreou nas propagandas de cerveja em 2018, assim que completou a maioridade para este tipo de anúncio.

 

5 . O marketing com influenciadores tende a crescer

Os especialistas acreditam que a publicidade com criadores de conteúdo ficará ainda mais intensa. Isso porque com as mudanças geradas pelo GDPR, regulamento sobre uso de dados, os meios tradicionais tendem a se afastar da coleta de dados e focar na audiência indireta, através dos influenciadores.

Por isso, é importante estar ligado nos códigos e Leis que regulam a publicidade, especialmente se você for um influenciador digital. Executar o trabalho da maneira correta irá apenas gerar bons resultados e aumentar a sua credibilidade com as marcas.