Os usuários do Instagram que seguem influenciadores já estão acostumados com os famosos “publis”, que são postagens patrocinadas por marcas. Porém, nem sempre essas publicidades são sinalizadas de maneira correta. De acordo com uma pesquisa da empresa americana Mediakix, realizada em maio de 2017, 93%das postagens patrocinadas não deixam claro que a foto se trata de uma publicidade.

A empresa analisou anúncios postados pelas 50 maiores celebridades do Instagram. Segundo a Medikix, 32 dos 50 maiores influenciadores da internet já fizeram algum tipo de post patrocinado. E, do total de posts patrocinados, 93% não estavam de acordo com as diretrizes da FTC (Federal Trade Commission), órgão do governo americano que tem entre suas atribuições a defesa dos direitos do consumidor.

A maioria é dos artistas analisados na pesquisa são norte-americanos, como Selena Gomez, Justin Bieber, Nicki Minaj, Gigi Hadid, Katy Perry, alguns jogadores de futebol e, é claro, as Kardashians. Vale notar que algumas celebridades da lista não postaram publicidade em suas contas, como Beyoncé, Taylor Swift, Adele, Emma Watson e o jogador de basquete Lebron James.

Foram contabilizados 152 anúncios e somente 9 deles estavam de acordo com as normas. Mas isso pode mudar em breve. Em junho deste ano, o Instagram anunciou que está adicionando uma nova ferramenta para diferenciar posts pagos do conteúdo espontâneo da rede social. O rótulo que apresenta as palavras “Parceria paga por …” aparecerá acima das postagens patrocinadas e das histórias criadas por celebridades e outros usuários que promoverem marcas ou produtos.

:: Instagram lança recurso para diferenciar postagens pagas das postagens comuns ::