Na última sexta-feira (27/07) veio à tona na internet um vídeo de Everson Zoio no qual o youtuber contava ter feito sexo sem consentimento com sua ex-namorada. O assunto foi bastante comentado nas redes sociais e a hashtag #EversonZoioEstuprador chegou a ficar nos trending topics do Twitter no Brasil. A polícia investiga o caso.

:: Leia mais: Vídeo do Clone com “pegadinha” sobre suicídio gera polêmica nas redes sociais ::

 

Entenda o caso de Everson Zoio

O vídeo foi publicado originalmente em 2017, mas voltou a ser assunto na última sexta-feira após comentários da galera no Twitter:

 

Everson Zoio contou que a ex-namorada disse que naquela noite “não ia rolar nada porque ela estava cansada”. Porém, quando ela dormiu, ele tirou as roupas dela e começou a ter relações sexuais sem consentimento.

No vídeo, Everson Zoio conta a história em tom de brincadeira ao lado de outros três amigos, que riem da situação. O vídeo foi excluído do YouTube.

 

Novo vídeo

Após a repercussão negativa, Everson Zoio publicou um novo vídeo no sábado (28/07) comentando a situação e se justificando.

Ele contou que em 2015 publicou um vídeo em seu canal respondendo a seguinte pergunta: Zoio, você já teve alguma cena engraçada na hora H?. Everson Zoio disse que na época inventou uma história, porque não tinha o que falar.

No trecho do vídeo de 2015, ele conta que estava deitado ao lado da ex-namorada e enquanto ela dormia tirou a roupa dela. Porém, ela acordou e questionou o que Everson Zoio estava fazendo. Ele disse que depois disso os dois dormiram e nada mais aconteceu.

Everson Zoio justificou que no vídeo de 2017 lembrou dessa história e resolveu colocar mais informações. Segundo ele, homem é assim, inventa as coisas. Ele disse que neste caso pegou pesado e que foi “uma atitude imatura, uma piada sem graça e que nem deveria ser chamada de piada”.

Everson Zoio finaliza dizendo que está arrependido. “Estou aqui para pedir desculpas pela piada que eu fiz, que nem vou chamar de piada, foi uma coisa escrota. Mas não vou pedir desculpas pelo fato, até porque não houve esse estupro”, disse.

Ele ainda relembrou o caso de Júlio Cocielo, que postou um tweet com comentários racistas.

 

Marca retira parceria

A Coca-Cola cancelou a participação de Everson Zoio no evento Anime Jungle, que acontece em agosto. Em nota, a empresa disse que “repudia veementemente qualquer ato de violência contra a mulher e diante dos fatos divulgados recentemente na internet, optamos por cancelar a atração”.

Confira a nota na íntegra:

***NOTA DE ESCLARECIMENTO – CANCELAMENTO ATRAÇÃO EVERSON ZOIO Manaus, 28 de Julho de 2018 – O Coca Cola Anime Jungle vem por meio desta nota comunicar o cancelamento da atração Youtuber Everson Zoio, previsto para o dia 11 de agosto. Nosso evento repudia veementemente qualquer ato de violência contra a mulher e diante dos fatos divulgados recentemente na internet, optamos por cancelar a atração. Deixamos claro para os fãs e participantes do CCAJ, que na época da contratação do influenciador, não tínhamos conhecimento do fato, só tivemos acesso as informações na dia de ontem (27), e hoje (28), comunicamos oficialmente o cancelamento da atração, na edição de agosto. *** Direção e Organização do Coca-Cola Anime Jungle

Uma publicação compartilhada por Coca-Cola Anime Jungle (@animejungle) em


:: Leia também: Parcerias com influenciadores podem prejudicar as marcas? O desafio em casos como de Cocielo ::

 

Caso de polícia

De acordo com o UOL, a Polícia Civil de Minas Gerais abriu uma investigação contra o youtuber. Em nota enviada ao portal, a Polícia disse que a Delegacia Especializada em Investigação de Crimes Cibernéticos já está tomando as providências para a completa elucidação do fato.

Ainda que o youtuber tenha inventado a história e não de fato estuprado a ex-namorada, tratar de um assunto tão delicado de uma forma cômica é perigoso. É importante que discussões sobre estupro ou outros crimes sejam tratados com respeito e responsabilidade pelos criadores de conteúdo.