O youtuber Felipe Neto informou ontem (17), que a conversa com Thiago Abreu, pai das cantoras mirins Melody e Bella Angel, de 11 e 14 anos, resultou em um acordo entre as partes.  O influenciador se ofereceu para bancar um acompanhamento psicológico especializado com o objetivo de preservá-las da superexposição e erotização, mantendo-as saudáveis fisicamente e psicologicamente.

A polêmica da sexualização de Melody voltou a  revoltar a Internet em dezembro do ano passado, quando Felipe publicou um vídeo chamado “O ÚLTIMO REACT DA MELODY DESTE CANAL”.  Nele, Felipe prometeu nunca mais gravar reacts dos clipes de Melody caso houvesse sinais de erotização da criança.

 

 

O react gerou tanta indignação popular que foi criada uma petição com base no Estatuto da Criança e do Adolescente pedindo providências ao Ministério Público. O caso comoveu até mesmo a youtuber norte-americana Ready to Glare, que postou um vídeo chamado “Melody precisa de ajuda”.

 

 

Antes disto, o youtuber já havia gravado vários outros vídeos reagindo ao clipes de Melody, o que gerava um aumento estrondoso no número de views do canal da garota.  Em todos eles, entretanto, Felipe chamou a atenção para a hiperssexualização da cantora e exigiu providências do pai Thiago Abreu e do Ministério Público em relação ao caso.

Sem retorno da Justiça, Felipe decidiu de fato “banir” de seu canal conteúdos relacionados à menina. Segundo ele, o clipe de “Para com isso” explorou Melody de forma sexualizada e inadequada em diversos momentos.

Em contato direto com o pai das cantoras, o youtuber conseguiu por fim chegar a um acordo satisfatório para maior preservação das crianças. Felipe postou ontem um comunicado no qual explica os detalhes combinados entre ele e a família.

 

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Sobre o caso Melody. Por favor, leiam ❤️

Uma publicação compartilhada por Felipe Neto (@felipeneto) em

 

Leia também:  #10yearchallenge é estratégia do Facebook para gerar dados de reconhecimento facial?