O Dia Nacional da Consciência Negra é celebrado, no Brasil, em vinte de novembro. A proposta é trazer reflexão a respeito da inserção da população negra na sociedade. A data se tornou até mesmo feriado em mais de mil cidades do país, em diversos estados.

Este dia foi escolhido em homenagem à morte de Zumbi dos Palmares em 1695, um grande líder negro que lutou pela liberdade e pelo fim da escravidão no Brasil. Hoje, reconhecemos o vinte de novembro como uma ocasião para honrar os descendentes africanos e dar luz à questões importantes como o racismo, inclusão e igualdade social e cultura afro-brasileira.

Por isso, preparamos uma lista de grandes influenciadores negros que fazem a diferença no YouTube e no país:

 

1 -Nátaly Neri (Afros e Afins)

Nátaly é dona do canal Afros e Afins, onde, desde 2015, conta suas vivências e traz collabs informativas com outros criadores. Nátaly costuma abordar temas como moda consciente, empoderamento e beleza negra, autocuidado e sustentabilidade.

 

2- Spartakus

Desde 2017 Spartakus usa seu canal para produzir conteúdos bastante esclarecedores sobre questões como homofobia, direitos LGBT, racismo, apropriação cultural, colorismo, entre outras.

 

3- Luci Gonçalves

Cheia de bom humor, Luci produz vídeos sobre beleza, saúde, autoaceitação, vida na favela e até culinária. Tudo com uma vibe bem empoderada.

4- Samuel Gomes (Guardei no Armário)

Samuel encabeça o canal Guardei no Armário, onde compartilha diversas questões de sua vida pessoal, em especial as relacionadas à sexualidade e negritude.

 

5- Neggata

No canal, Neggata se aprofunda no tema negritude, falando de racismo, apropriação cultural, estética negra e rótulos. Mas temas como feminismo, relacionamentos e autoestima também são destaques.

6- Tássio Santos (Herdeira da Beleza)

Tássio é dono do Herdeira da Beleza, o maior canal de maquiagem profissional para pele negra da América Latina.  Desde 2012 ele dá dicas de make e beleza para negros.

7- Maristela Rosa e Natália Romualdo (Papo de Preta)

As duas mulheres lideram juntas o Papo de Preta! Assuntos como empoderamento negro e feminino, cultura pop, racismo, beleza e cotidiano são os mais comuns no canal.

8-  Caio César

Caio César traz reflexões bastante importantes em seu canal. Racismo, negritude, autoestima, comportamento, masculinidade e paternidade são alguns dos temas que ele aborda.

9- Xan Ravelli (Soul Vaidosa)

Alexandra Ravelli começou seu canal Soul Vaidosa em 2013, fazendo resenhas de produtos capilares e dando dicas para cuidar de cabelos crespos. Ao longo do tempo, o canal também passou a discutir temas como empoderamento negro e feminismo.

10- Luciellen Assis

Luciellen é uma jovem baiana que usa seu canal como forma de compartilhar suas vivências pessoais e assuntos como estética e beleza negra, moda, autoestima, empoderamento e relações raciais.

 

Leia também: Instagram lança nova função muito parecida com TikTok