O site Meio e Mensagem realizou uma pesquisa sobre o impacto das eleições de 2018 no trabalho dos criadores de conteúdo brasileiros. Segundo o veículo, o envolvimento da população com temas atrelados às eleições exerceu uma influência muito relevante nas métricas dos creators, para o bem e para o mal.

Muitos dos assuntos que normalmente geravam interesse, durante as eleições foram deixados de lado e perderam engajamento. Entretanto, os conteúdos que tiveram como tema a situação política do país, tiveram um aumento enorme no números de views e comentários.

Entre 16 de agosto até 23 de outubro, mais de de 385 mil vídeos que continham palavras relacionadas às eleições foram publicados no Youtube, o que dá uma média de 5.661 vídeos por dia.  Falando em número de visualizações, isso resultou num total de 5.7 bilhões de views, cerca de 39 views por eleitor brasileiro.

O Meio e Mensagem fez uma pesquisa comparativa com os dados da Copa do Mundo deste ano, abordando engajamento e visualizações. Veja:

 

 

O estudo também observou o crescimento exponencial de canais que falam de política, enquanto os canais que preferiram não se posicionar ou que não tinham afinidade com o tema acabaram por cair no ranking dos melhor visualizados no Facebook. Foi o caso de páginas como Tastemade Brasil (-3), Chefclub Brasil (-1), AdoroCinema (-4) e Tasty Demais (-1), que perderam posições para páginas como Quebrando o Tabu (+5), Parafernalha (+25), Delegado Francischini (+13), Jair Messias Bolsonaro (+10), Joice Hasselmann (+35).

Confira o ranking:

 

Com o fim das eleições, é esperado que esses dados voltem à sua “normalidade”, e o algoritmo entenda outra vez o que o usuário quer assistir.

 

Leia também: Twitter implementa novos recursos de interação