O Brasil ultrapassou o número de 100 milhões de usuários da internet e ao mesmo tempo viu diminuir a quantidade de pessoas que compram computadores de mesa. Os dados do IBGE, divulgados em novembro de 2016, mostraram que o país está cada vez mais caminhando para informatização, ainda que encontre obstáculos em algumas regiões.

Segundo dados da Pand (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), o aumento do volume de pessoas com acesso à internet ocorre a despeito da redução da presença do microcomputador em casa. O instituto não pesquisou que tipos de equipamentos foram usados para acessar a internet, porém, notou-se o aumento da compra de smartphones para uso pessoal.

Apesar do ritmo positivo, o Nordeste continua sendo a região com menos acesso à rede mundial de computadores. Enquanto os Estados possuem apenas 45,1% de aderência à internet, a região Sudeste possui 65,1% de lares com a rede.

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou que esta foi a primeira vez em que a internet ultrapassou o número de computadores domiciliares. Ao mesmo tempo, aumentou o número de computadores com acesso à internet.